Carlos Drummond de Andrade

Ardiloso sorriso alonga- se em silêncio Para contemporâneos e pósteros ansiosos, em vão, por decifrá-lo. Não há decifração. Há o sorriso. Carlos Drummond de Andrade ( Em: Farewell. Rio de Janeiro: Record, 1996 Imagem: Mona Lisa, ou “Gioconda ” ( Da Vinci) Wikipédia VEM comigo! Marii Freire Pereira Santarém, Pá 31 de março de 2020

Ilusão da realidade

A ilusão da liberdade é o que estamos vivendo, melhor ‘vivenciando’, e essa liberdade se confunde com a manutenção do status quo. O que estamos vivendo não são desvaneios, ou mesmo a leitura de algo superficial, onde se possa tomar um café da manhã, lendo um livro de nossa preferência. Não, estamos diante de umaContinuar lendo “Ilusão da realidade”