O verdadeiro é deixado para depois

É comum o ser humano sempre procuraria ir direto ao ponto, ou seja, conquistar o que ele deseja através das extremidades. Raramente, ele começa sendo verdadeiro. Seria o homem um mero contemplados da verdade? Ou aqui, cabe o que diz em Gênesis? ” Os últimos serão os primeiros?” O homem pode admirar a sabedoria, masContinuar lendo “O verdadeiro é deixado para depois”

Pensamentos.me/ VEM comigo!

” A doçura não é um sacrifício humano. Ninguém perde por ser bom, atencioso e nobre. A doçura é somente um modo de olhar sobre si mesmo, sobre a sua própria consciência. Quanto mais verdadeiros, mais sacralizamos os pensamentos e as nossas intenções. “ Marii Freire Pereira https://pensamentos.me/ VEM comigo! Imagem: pinterest. Redbubble Santarém, PáContinuar lendo “Pensamentos.me/ VEM comigo!”

Darcy Ribeiro

[…] O homem se adaptou ao meio ambiente e criou modos de vida diferentes.A urbanização contribuiu para uniformizar os brasileiros, sem eliminar suas diferenças. Fala-se em todo o país uma mesma língua, só diferenciada por sotaques regionais. Mais do que uma simples etnia, o Brasil é um povo nação, assentado num território próprio para neleContinuar lendo “Darcy Ribeiro”

A Sociedade que mostra desinteresse para poder Prender o outro

Questões modernas para problemas antigos que só se multiplicam, e fazem com que os casais percam tempo tentando se encaixar em relaçãoque que não há reciprocidade. Como descrever a falta de desinteresse do outro ? Especialistas em relacionamentos afirmam que quanto maior for a “ausência “, maior será o interesse de uma pessoa por você.Continuar lendo “A Sociedade que mostra desinteresse para poder Prender o outro”

Lygia Fagundes Telles

” Solução melhor é não enlouquecer mais do que já enlouquecemos, não por virtude, mas por cálculo. Controlar essa loucura razoável: se formos razoavelmente loucos não precisaremos desses sanatórios porque é sabido que os saudáveis não entendem muito de loucura. O jeito é se virar em casa mesmo, sem testemunhas estranhas. Sem despesas. Lygia FagundesContinuar lendo “Lygia Fagundes Telles”

Oswald de Andrade

Quando o português chegou Debaixo duma bruta chuva Vestiu o índio Que pena! Fosse uma manhã de sol O índio tinha despido O português . Oswald de Andrade Pensador.com Marii Freire Pereira https://pensamentos.me/ VEM comigo! Imagem: Retrato de Oswald de Andrade ( 1923), de Tarsila do Amaral/ Literatura brasileira em diálogo com outras linguagens/ Atual/Continuar lendo “Oswald de Andrade”