José de Alencar

” Era uma expressão fria, pausada, inflexível, que jaspeava sua beleza, dando-lhe quase a gelidez da estátua. Mas, no lampejo de seus grandes olhos pardos brilhavam as irradiações da inteligência. “

José de Alencar. Senhora. Literatura brasileira em diálogo com outra literaturas e outras linguagens. William Cereja e Thereza Cochar. 5 ed reform. Atual. São Paulo, 2013.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. ebiografia.com

Santarém, Pá 11 de Maio de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

%d blogueiros gostam disto: