Zeca Baleiro

” Eu tava triste, tristinho

Mais sem graça que a top-model magrela

Na passarela

Eu tava só, sozinho!

Mais solitário que um paulistano

Que um canastrão na hora que cai o pano

Tava mais bobo que banda de rock

Que um palhaço do circo Vostock

Mas ontem eu recebi um telegrama

Era você de Aracaju ou do Alabama

Dizendo: Nêgo, sinta-se feliz

Porque no mundo tem alguém que diz

Que muito te ama!

Que tanto te ama!

Que muito, muito te ama

Que tanto te ama!

Por isso hoje eu acordei

Com uma vontade danada

De mandar flores ao delegado

De bater na porta do vizinho e desejar bom dia

De beijar o português

Da padaria.

Hoje eu acordei

Com uma vontade danada

De mandar flores ao delegado

De bater na porta do vizinho

E desejar bom dia

De beijar o português

De padaria

Mama! Oh mama! Oh mama!

Quero ser seu

Quero ser seu

Quero ser seu

Quero ser seu papa!…”

Zeca Baleiro. Telegrama

Composição: Tom Jobim/ Adilea Macedo/ José de Ribamar Santos.

LETRAS.MUS.BR

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem. Brasileiro.com.br

Santarém, Pá 27 de fevereiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “Zeca Baleiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: