Carolina Maria de Jesus

Apesar de nobre, é triste essa situação, digo a ‘sociedade só reconhecer a contribuição da maioria de nossos escritores depois da morte”. Isso se repete, há séculos, séculos e séculos…
Há pessoas extremamente famosas que morreram pobres. A fama existe hoje, porém, lá atrás, foram miseráveis, não por não produzir, mas porque o reconhecimento chegou tardeamente. Esse é também o caso de Carolina.

Segundo o Brasil de fato, ela “ganhou o título póstumo de Doutora Honoris Causa da UFRJ”. Como disse, não deixa de ser um reconhecimento importante, porém injusto. Ora, imagine, às vezes, um autor, um artista que seja, leva uma vida toda produzindo algo importante para o pais, e em contrapartida, não ter o gosto de saber que o seu trabalho foi reconhecido pela sociedade de sua época. Triste tal situação. Há muitas falhas seja na própria falta de interesse pela cultura, digo as pessoas antigamente, poucas podiam adquirir livros, por exemplo. O conhecimento era algo controlado. Então, poucos o tinham, e hoje, tem-se essa facilidade, porém, o interesse é ainda abre uma lacuna para muitas discussões. Claro que existem outras falhas também, mas vale dizer que o esforço dos autores, dos artistas de modo geral em produzir sem reconhecimento é louvável.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Mjs

Fonte: Brasildefato.com.br

Santarém, Pá 27 de fevereiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

%d blogueiros gostam disto: