Olavo Bilac

Olavo Bilac (1865 – 1918), nascido no Rio de Janeiro, dedicou parte de seu trabalho voltados a educação. Bilac, expressava com muita naturalmente o apreço pelo Parnasiano ( O Parnasiano representou dentro da poesia, uma espécie de retorno ao clássico). Assim, como o ser humano rompe ciclos na busca de algo novo, o Parnasiano também deseja restaurar a poesia clássica. E o Bilac chega trazendo essa proposta do ” bem acabado “, dentro dos temas universais.

Os seus textos, valorizava a questão dos sentimentos, que lembra inclusive, o Romantismo. Os poemas de amor apresentam de maneira muito forte a questão atrelada a sensualidade. Esse detalhe, inclusive faz com que, dentre os autores brasileiros, ele consiga se destacar por cultivar a poesia erótica.

Poema

Tercetos

” Noite ainda, quando ela me pedia

Entre dois beijos que me fosse embora,

Eu, com os olhos em lágrimas, dizia:

” Espera ao menos que desponte a aurora!

Tua alcova é cheirosa como um ninho…

É olha que escuridão há lá por fora!

Como queres que eu vá, triste e sozinho,

Casando a treva é o frio de meu peito

Ao frio e a treva que há pelo caminho?!

Ouves o vento? é o vento! é um temporal desfeito

Não me arrojes à chuva e a tempestade!

Não me exiles do Vale do teu leito!

….

Morrerei de aflição é de saudade…

Imagem: via – Wikimedia Commons

(Melhores poemas de Olavo Bilac)

Literatura brasileira/ 2013.

Comentário: Marii Freire Pereira.

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

6 comentários em “Olavo Bilac

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: