Café

Café é praticamente um clássico da literatura, é tão gostoso quanto indispensável a família. Basta manter vivo o costume de apreciar essa bebida que se mantém o equilíbrio entre uma xícara e outra.

Uma xícara de café do lado, um livro aliado ao silêncio e uma boa iluminação, faz com que viajemos a um galante episódio. Todos sabem de maneira cordial a respeito daquilo que estou falando. Café é uma bebida tão gostosa que poucas palavras são necessárias para nos fazer companhia. É claro que, em família, entre conversa e outra, podem surgir controvérsias, risos, expressões de alegria, rugas até, mas, o riso, ah, esse é indispensável. Cuidado que damos até a quem se ama, a gente sempre pode levar um café na cama…

Bem, é interessante dizer que de qualquer forma, o café é sempre uma boa companhia. Com Shakespeare, confesso que faz surgir um eco delicioso de suas revelações. Com Machado de Assis, a imaginária volúpia de Capitu, ui. Com Guimarães Rosa, o gostinho do regionalismo. Darcy Ribeiro, um desabafo, uma denuncia, a revelação de muitos contrastes desse nosso Brasil. Tu que lês, sentes o que? Reparas quanta diferença se faz nas horas. Um café e um livro, lá se foi o tempo! Ah, que horas são? Não é errado pensar em outro café.

Cada um tem a sua necessidade, cada um tem a sua tribo, cada homem contempla a ponta do náriz. Eu gosto dos Clássicos da literatura, e se for acompanhado de um bom café, essa conversa vai longe… Um abraço.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Dee

Santarém, Pá 7 de abril de 2021

Benjamin Franklin

” Se você não quer ser esquecido quando morrer, escreva coisas que valha a pena ler ou faça coisas sobre sobre as quais valha a pena escrever.”

Benjamin Franklin. Braga, Ana Maria. À espera dos filhos da luz/ 2ed. Rio de Janeiro: HarperCollins Brasil, 2019

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Tumblr/ Login in

Santarém, Pá 6 de abril de 2021

Campanha Sinal Vermelho

Um ” X” vermelho na mão pode salvar a sua vida. Não se cale diante da violência: Denuncie.

A associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), juntamente com o Conselho Nacional de Justiça ( CNJ), uniram- se para pedir : ✋BASTA✋ de violência contra a mulher.

Talvez, elas próprias ( mulheres) não saibam direito, mas o intuito desse campanha, mas ela visa trazer soluções a casos emergenciais. A gente sabe que, durante a pandemia houve um aumento dessa violência. Portanto, uma forma inteligente de tentar resolver esse problema foi criar uma rede silenciosa, onde a mulher que é vítima da violência doméstica, ela possa chegar a uma farmácia e fazer um ” x” na mão que o atendente saberá que essa mulher foi em busca de ajuda, de socorro, posso assim dizer.

Se um homem diante de uma situação tensa, ele perde o controle, agride com palavras, ou mesmo, se esse homem bate em você, isso é violência.

Se você mulher, não se sente segura para contar para alguém, falar expressamente tudo o que passa, vá até a farmácia mais próxima de sua casa e denuncie.

A violência, ela atinge mulheres de todas as idades. Essa é a imagem da atriz Luiza Brunet. Na época do ocorrido, ela deixou a vergonha de lado, e denunciou o seu agressor. As marca dessa violência são detalhes visíveis. Isso, não incluído as marcas da violência psicológica, porque esta não deixa cicatriz, apenas um eco de lamentação na pessoa.

Amor não machuca, não causa tristeza, nem deixa hematomas pelo corpo. Muitas mulheres confundem amor com maus-tratos, o que uma atitude imperdível.

A violência doméstica, ela vem muitas vezes ” disfarcada” de cuidado. É comum se observar a figura do homem super-protetor em certos relacionamentos. Mulher, tome cuidado com isso. Um dia, ele é gentil, mas no outro, manda você tirar o vestido que não é ” adequado ” ou impede você de falar com amigos, familiares e assim sucessivamente.

Às por ” amor” , se abre mão de muita coisa, até de ‘ amor próprio!’ – Entenda, quem nos ama, nos respeita, respeita a nossa vontade, e não ao contrário, não coloca limites para obedecer. Sentiu que o seu relacionamento só tem brigas, sofrimento ( sofrimento diante dos filhos), peça ajuda! – A família é essencial nessas horas , ou mesmo, tenha coragem de ir numa farmácia, numa delegacia e diga que precisa de ajuda.

Não se cale.

” O silêncio mata”.

Não ponha a sua vida em risco. Não fique vivendo na mesma casa com o agressor porque ele não vai mudar. Não se culpe por nada. Não há culpa, há remédio, há solução para você sair dessa situação de violência.

DENUNCIE.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Santarém, Pá 6 de abril de 2021

VEM comigo!

O caminho para a felicidade é acreditar nas coisas boas. O poder de mover algo vem de nossas crenças. Se você acredita ou ‘ acha que pode, ainda que saia imperfeito, faz. Mas se duvidar da sua capacidade, já é meio caminho para o fracasso. Portanto, não duvide de sua capacidade, nem da força que tem.

O caminho ou a “chave para a felicidade” é essa voz de candura que dar voltas e voltas dentro de você, mas, de modo certo, vai. Então, naqueles dias em que você estiver balançando (a) por dentro, diga a ela: ” eu vou”. Aprenda a negociar com o sacudir da sua paixão, porque o lucro…’Ah, o lucro é o resultado desse sorrisão lindo que você esbanja ‘. Acredite em você.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Soave Intermezzo.

Santarém, Pá 6 de abril de 2021

Memórias Póstumas de Brás Cubas

” Cada homem tem necessidade e poder de contemplar o seu próprio nariz, para o fim de ver a luz celeste, e tal contemplação, cujo efeito é a subordinação do Universo a um nariz somente, constitui o equilíbrio das sociedades. Se os narizes se contemplassem exclusivamente uns aos outros, o gênero humano não chegaria a durar dois séculos: extinguia-se com as primeiras tribos. “

Memórias Póstumas de Brás Cubas ( Machado de Assis). Clássicos da literatura brasileira. Pé da letra. Barueri, São Paulo, 2020

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem ( Arquivo pessoal)

Santarém, Pá 5 de abril de 2021

Carlos Drummond de Andrade

” Não precisa

fazer lista de boas intenções

para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar arrependido

pelas besteiras consumadas

nem largamente acreditar

que por decreto de esperança

a partir de janeiro que as coisas mudem

e seja tudo claridade, recompensa,

justiça entre os homens e as nações,

liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,

direitos respeitados, começando

pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo

que mereça este nome,

você, meu caro, tem de merecê-lo,

tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,

mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano Novo

cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade. Receita de Ano Novo.

Cultura Genial

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Janice Ataíde

Santarém, Pá 5 de março de 2021