Dia dos Namorados

” FELIZ DIA DOS QUE SABEM AMAR”

Amem-se!❤…
Beijem-se, troquem carinho e experiências ricas em afeto, não só neste dia, mas em todas as oportunidades de suas vidas. Namorar, a gente namora todos os dias. É uma canção, um poema, uma pessoa especial. Veja, o que estou querendo dizer pra você é: ame o mínimo que puder, o que for possível, mas ame- se verdade. Seja inteiro em tudo aquilo que faça, porque ‘poucos são os que amam verdadeiramente’. O que muitas vezes vemos, por aí, é uma “produção teatral […]”. É tanta gente dizendo: ‘Eu te amo’ sem sentido, e no no final, se você prestar atenção, existe um eco abafado de um sentimento inacabado[…]. Amor não é contemplação, é ação diária, é corrida de janeiro a janeiro, carinho afeto e atenção o ano inteiro.
Ame porque o tempo passa, não porque passa sobre todas as coisas, mas porque o amor carregado o grande significado da vida. O rizo, a contemplação, é quase sempre resultado do amor, da idéia de carinho, de uma reflexão profunda que esse sentimento, aliado a um comportamento nos desperta. Ame por que somos mortais, porque amamos várias vezes, mas o amor não passa duas vezes pela mesma pessoa. Ame porque o amor expressa um valor inestimável a nossa existência. Ele é um privilégio de poucos!..E como diria Carlos Drummond de Andrade: ” Amor é o que se aprende no limite, depois de arquivar toda ciência herdada. Amor começa tarde.”
Ame de forma intensa. Não seja intolerante. Ensine seus filhos, filhas a respeitar o que é diferente de você, do seu gosto, de suas escolhas. Não é porque o outro, não é igual a você, que não mereça respeito. O amor precisa de adeptos para funcionar, para fazer vibrar a vida. Pois do contrário, estaremos condenados ao fracasso, e não é isso o que desejamos. Se existe um valor que faz a gente assumir a condição de humildade e ir pra fila mais dos sentimentos mais importantes do mundo: “o amor”. Eu não conheço ninguém que não goste de ser amado. Portanto, ame, beije, namore…seja feliz!!

Marii Freire Pereira
https: pensamentos.me/ VEM comigo!
Imagem: pinterest. Lúcia. A. Maria
Santarém, Pá 12 de Junho de 2021

Pensamentos.me/ VEM comigo!

A alma cala

Ignora ao que se sobrepõe a vida

A alma se horroriza com o que crucifica a nudez dos sentimentos bons. Ela só crê no que é autêntico

No estreito

Naquilo que não padece dentro de nós .

A alma inuda-se na beleza momentânea,

No sublime

Na condição feminina

Na pele

Na insegurança

Na reclusa

Na exigência do Amor

A alma se dilui no gemido

Entre linhas tênues

Das certezas miúdas

A alma simplesmente, conforta-nos em pequenos momentos em que brindamos a felicidade .

Tim..Tim!!

Marii Freire Pereira. Alma. Pensamentos.me/ VEM comigo!

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

https: Emi Okada Pereira/ Altwr do Chão

Santarém, Pá 11 de Junho de 2021

Elza Soares

” Meu choro não é nada além de Carnaval

É lágrima de samba na ponta dos pés

A multidão avança como vendaval

Me joga na avenida que não sei qualé

Pirata e super homem cantam o calor

um peixe amarelo beija a minha mão

As asas de um anjo soltas pelo chão

Na chuva de confestes deixo a minha dor

Minha casa, minha solidão

Joguei do alto do terceiro andar

Quebrei a cara e me livrei do resto da vida

Na avenida, dura até o fim

Mulher do fim do mundo

Eu sou, eu vou até o fim cantar

Mulher do fim do mundo

Eu sou, eu vou até o fim cantar, cantar…”

Elza Soares. Mulher do Fim do Mundo.

Fonte: m.letras.mus.br

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. doniltao.com

Santarém, Pá 10 de Junho de 2021

Fernando Pessoa

“Viver é ser outro. Nem sentir é possível se hoje se sente como ontem se sentiu: sentir hoje o mesmo que ontem não é sentir – é lembrar hoje o que se sentiu ontem, ser hoje o cadáver vivo do que ontem foi a vida perdida. ”

Fernando Pessoa.

Pensador.com

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. 500px.com/ Lisbons! by Tozé Fonseca/500px.

Santarém, Pá 10 de Junho de 2021

Gregório de Matos

[…]

Começa o mundo enfim pela ignorância,

E tem qualquer dos bens por natureza

A firmeza somente na inconstância.”

(Gregório de Matos. Poemas escolhidos. Organização de José Miguel Wisnik. São Paulo: Cultrix, s.d. p.317). Literatura brasileira em diálogo com outras literaturas e outras linguagens. William Cereja e Tereza Cochar. 5 ed.reform. São Paulo: Atual, 2013.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: pinterest. biapo.com.br/ obra de Aleijadinho.

Santarém, Pá 10 de Junho de 2021

Lygia Fagundes Telles.

” Não quero nem devo lembrar aqui por que me encontrava naquela barca. Só sei que ao redor tudo era silêncio e treva. E me sentia bem naquela solidão. Na embarcação desconfortável, tosca, apenas quatro passageiros. Uma laterna nos iluminava com sua luz vacilante: um velho, uma mulher com uma criança e eu. […]

Debrucei-me na grade de madeira carcomida. Acendi um cigarro. Ali estávamos os quatros, silenciosos como mortos num antigo barco de mortos deslizando na escuridão…”

Lygia Fagundes Telles. ” Natal na barca “. In: Antes do baile verde. Rio de Janeiro: José Olympio, 1979. p. 87). Literatura brasileira em diálogo com outras linguagens. William Cereja e Tereza Cochar. 5 ed. reform. São Paulo: Atual, 2013

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. Barbosa, Lucas

Santarém, Pá 10 de Junho de 2021

Machismo

O machismo é um ‘ pré- conceito ‘ que nasce de uma idéia antecipada em nossa sociedade em relação a mulher. Muitas pessoas compreendem o machismo como um preconceito. Eu prefiro trabalhar a idéia de ” pré – conceito “, ou seja, o que é promovido como algo que tem uma origem anterior à aquilo que faço um juízo valor. Você por exemplo, se aprendeu a agir com preconceito, certamente, é porque uma pessoa, de alguma forma, ensinou com antecedência algo com o sentido errado pra você. Após isso, você criou as suas próprias suposições a respeito do que vê com descaso, ou falta de valor. A verdade é que ninguém nasce definido qualidades ou fazendo diferença sobre o que quer que seja. Todos nós aprendemos a fazer distinções de cordo com o que aprendemos ao longo de nossa trajetória. Veja, uma criança não sabe distinguir maldade de bondade, ela aprende o valor disso, conforme cresce e um adulto a ensina.

Em relação ao machismo acontece o a mesma coisa. Mas afinal de contas machismo, O que é o machismo? machismo é uma atitude que costuma ser usada de maneira que cause oposição de direitos entre gênero. Muitas mulheres sofrem por consequência do machismo, o que contribui ainda mais para situações de violência em nossa sociedade. Os casos de violência contra a mulher tem aumentado, a violência doméstica principalmente, tem ganhado grande reflexão por conta da repercussão que ganha audiência diariamente. Além do número de homicídios em razão do gênero ( também conhecida como feminicídio). Essa violência costuma ser silenciosa. Não de hoje, mas tem sido assim, pelo menos há cinco séculos de opressão feminina.

Embora muitos de nossos direitos tenha sido garantidos Constitucionalmente, ainda há um abismo que separa homens e mulheres de andar paralelamente. Para elucidar a desigualdade, vou buscar razões dentro da própria construção história que faz da mulher um ser inferior em relação ao homem. A origem do machismo tem o seu berço no patriarcado, onde a mulher se submetia aos desejos do pai e a medida que se casava, também devia obediência ao marido, ou seja, ao homem .

Um aspecto crucial dentro dessa hierarquização é que o machismo ele surge com o conceito de família, onde a mulher é refém de um espaço que a delimita na sua forma de atuar, bem como, alguém que não tem capacidade de ir em busca dos próprios interesses, uma vez que, o seu lugar era debaixo de um teto, voltada a suprir as necessidades dos filhos e marido. Assim, como também as suas habilidades se voltavam a lida doméstica.

É sabido que o patriarcado guiou as relações sociais e evidenciou as suas formas opressoras que ganham forças que só evidência e confirma a forma absoluta do marido e do pai na construção da história da mulher.

Machismo estrutural

O machismo é aquele que torna evidente a desigualdade entre o direito do homens e da mulheres, seja em relação violência contra a mulher, o assédio, estupro, a objetificação da mulher, e tudo aquilo que a coloque em posição de desigualdade. Além disso, existem muitos outros aspectos que podem ser observados que é algo muito comum como a diferença salarial. Aqui, necessariamente, não se trata da violência em si, mas também de compreender outras formas de como o machismo estrutural acontece no cotidiano.

O machismo é inerente em diversos aspectos da sociedade, algo que vai além de um preconceito expresso através de opiniões e atitudes caracteriza com uma atitude machista.

Como Combater o Machismo?

É preciso dizer que, antes de mais nada, é necessário ter consciência. Consciência para transformar, para modificar opiniões que de certa forma viola o direito do outro. Isso vale para o campo religioso, político, econômico, etc. Se de fato, quisermos uma sociedade melhor para os nossos lhos e netos , precisamos [re]pensar no que podemos melhorar na nossa casa e de modo geral , na sociedade hoje. Não basta desejar, é preciso fazer acontecer, pois só assim, conseguiremos estreitar as diferenças em diversos aspectos que vai desde comportamento, aos nossos anseios intelectuais de cada indivíduo. O resultado é vermos uma sociedade que busca combater mais do que incentivar o machismo.

Marii Freire Pereira.

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Fonte : politize.com.br

Imagem: pinterest. UOL

Santarém, Pá 9 de Junho de 2021

Manuel Bandeira

Assim eu queria o meu último poema

Que fosse terno dizendo as coisas mais simples e menos intencionais

Que tivesse a beleza das flores quase sem perfume

A pureza da chama em que se consomem os diamantes mais límpidos

A paixão dos suicidas que se mantém sem explicação. “

Manuel Bandeira. O último poema.

http://www.culturagenial.com

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. pt.wikipedia.org

Santarém, Pá 9 de Junho de 2021