Mário de Andrade

” A inspiração é fugaz, violenta. Qualquer empecilho a perturba e mesmo emudece. Arte que, somada a Lirismo, dá Poesia, não consiste em prejudicar a doida carreira do estado lírico para avisá-lo das pedras e cercas de arame do caminho. Deixe que tropece, caia e se fira. A arte é mondar mais tarde o poema de repetições fastientas, de sentimentalidades românticas, de pormenores inúteis ou inexpressivos.

Mário de Andrade. Artista/ Literatura Comentada. Textos publicados sob licença de Carlos Augusto de Andrade Camargo. Editora: Nova Cultural. São Paulo, 1990

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: pinterest/ Wattpad

Santarém, Pá 7 de maio de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “Mário de Andrade

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: