Oswald de Andrade

O fazendeiro criara filhos

Escravos escravas

Nos terreiros de pitangas e jabuticabas

Mas um dia trocou

O ouro da carne preta e musculosa

As garibolas e os coqueiros

Os manjolos e os bois

Por terras imaginárias

Onde nasceria a lavoura verde de café.

Oswald de Andrade. A transação

Literatura brasileira em diálogo com outras literaturas e outras linguagens. William Cereja e Twreza Cochar. Atual editora, 2013

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: Literatura Brasileira/ retrato de Oswald de Andrade ( 1923), de Tarsila do Amaral

Santarém, Pá 14 de fevereiro de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Oswald de Andrade

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: