Você é o que você faz

Você é o que você faz. É o que veste, fala, exibe. Qual é o custo de tudo isso? É um custo alto. É a dessubjetivação no caso da apatia, o empobrecimento de quem é para aquilo que decidiu ser. Negar a própria realidade às vezes é um mecanismo que ao invés de trazer paz e bem-estar pessoal, pode gerar algumas noites de insônia. E aí você se pergunta por quê? …
Por quê a falta de afeto, o excesso de agressividade de agressividade de algumas pessoas que você considera. Mais, diariamente você se olha diferente, e nem sempre se reconhece. E a causa maior do que estou falando é que ” os porquês ” são sempre tão presentes naquilo que pensa. Por que a minha família tem se mostrado mais rígida comigo? Por quê os momentos conturbados estão mais presentes em minha vida do que antes, se antes também não eram bons?! Qual é a minha falha? Ora, nós construímos e desconstruimos os nossos conceitos com muita facilidade. Alguns comportamentos e crenças nos paralisam, mas a sua última resposta é sempre resultado da pergunta anterior. Veja: Eu, você e todo resto da humanidade somos parte daquilo que projetamos.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem:Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 28 de Julho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Você é o que você faz

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: