Mário de Andrade.

” Tudo é suavíssimo na flora dos milagres..

Um pensamento se dissolve em mel e à porta

Do meu coração há sempre um mendigo moço

[ esmolando…

Eu sai da aventura! Eu fugi da ventura!

Nós não estamos na cidade nem no mato.

Nós rolamos na ânsia dos fabulosos aeroplanos,

E vos garanto que agora não acabaremos mais!”

Mário de Andrade. Poema da Amiga.IV. Literatura Comentada. Editora Nova Cultural. Textos publicados sob licença de Carlos Augusto de Andrade Camargo. São Paulo, 1990

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem ( Arquivo pessoal)

Santarém, Pá 22 de Julho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

5 comentários em “Mário de Andrade.

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: