Carlos Drummond de Andrade

[…]

O tempo de despedir-me e contar que não espero outra luz além da que nos envolveu dia após dia, noite em seguida a noite, fraco pavio, pequena ampola fulgurante, facho, lanterna, faísca, estrelas reunidas, fogo na mata, sol no amor, mas que essa luz basta, a vida é bastante, que o tempo é boa medida, irmãos, vivemos o tempo. “

Carlos Drummond de Andrade. Os Últimos Dias. Textos publicados sob licença de Pedro Augusto Graña Drummond. Nova Cultural. São Paulo, 1990.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. eBiografia

Santarém, Pá 27 de Junho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

3 comentários em “Carlos Drummond de Andrade

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: