Gregório de Matos

[…]

Nascentes de um acaso não pensado,

E criou-te um olhar pouco advertido:

Cresceu- te o esperar de um entendido,

E às mãos morrestes de um desespero. “

Grégorio de Matos ( In: Presença da literatura brasileira. Antonio Candido e J.Aderaldo Castello. São Paulo: Difel, 1968.v. 1.p. 75-6). Literatura brasileira em diálogo com outras literaturas e outras linguagens. William Cereja e Thereza Cochar. Atual. São Paulo, 2013

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. itinari

Santarém, Pá 27 de março de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Gregório de Matos

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: