“Você está ficando louca”

Ser mulher não é fácil. Mais ainda, ser mulher numa sociedade, onde você compreende que tem tanta desigualdade, e pelo fato de ser mulher, você tem que lutar por seus direitos, ao mesmo tempo que, tem que aprender a enfrentar as adversidades. Estas, na sua maioria, resultantes de um passando de negação. Além do mais, temos que ter coragem para, talvez ‘diminuir as barreiras’ que certifica parte de nossa dessas diferenças, e de toda omissão de direitos que tivemos. Historicamente, temos que enfrentar esse dilema, e assim conseguir escolher os nossos próprios caminhos. Ora, escolher os nossos caminhos é sem dúvida é um ato ‘ desafiador ‘ e, especialmente quando se nota que a herança relacionada a questões de luta é grande. Por isso, mais do que nunca, devemos combater a violência, o preconceito, o desprestígio explícito – que ainda temos em relação a algumas questões.

Ora, refletir sobre a história que precisamos nos moldar é uma tarefa árdua, pois para que isso aconteça, precisamos vencer as barreiras culturais que são mais significativas do que a própria lei. A nossa lição foi amarga, mas, precisamos redigir uma nova história. Esta, vinda a partir de uma revolução dramática. Mas, para que dessa vez, consigamos vencer os desafios necessário, e nos colocar não só na linha de frente, mas, sim, conseguir sair do limbo forjado ao qual fomos induzidas a ‘sujeição de escravas’. ‘O patriarcado foi sim, um sistema de poder parecido com o escravismo’.

Esses são os fatos claros de nossa história. Hoje lutamos para nos desagarrar definitivamente da idéia de – incapacidade ao qual fomos colocadas. Nós todas, sempre fomos capazes, apenas nos tiraram todas as possibilidades […]. Podem, sim até ter colocado ‘limites em nossos passos, em nossos sonhos’, como reflete uma realidade triste, com mortes, violência, e uma série de situações. Mas provamos que somos capazes em tudo, mesmo na condição que fomos mantidas.

” Você está ficando louca ”

Essa é a segunda abolição que precisamos vencer. A mulher não é louca ( quando fala a verdade), ao contrário, ela apenas se coloca diante dos ditames de sua consciência e cobra de maneira responsável para ser respeitada na mesma posição de igualdade até no relacionamento. Essa tem sido a nossa luta maior. A mulher não deseja converter a realidade secular de uma hora pra outra, mas, para se firmar, ela deixa de ser vítima, e procura vencer o preconceito que tentam reduzir as suas qualidades.

[…]

Uma coisa importante nisso tudo? A dor nos ensinou a sair de um estado de ‘miséria’, assim também a ter condições para não ignorar aquilo que precisa ser dito. Hoje, mesmo em meio a tantos obstáculos, desejamos ter direitos iguais. Para isto, estes, precisam sair do papel […] e se tornar realidade, porque do contrário, ficaremos reproduzindo os nossos velhos dilemas.

Violência contra a mulher é: ” toda ação ou conduta que resulte em dano físico, psicológico e sexual, no âmbito particular ou público “.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Fonte: m.brasilescola.com.br

Imagem ( Autoral)

Santarém, Pá 20 de março de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

7 comentários em ““Você está ficando louca”

    1. Filipa, esses dias ouvi uma colocação, que já não recordo direito, mas caminha nesse sentido ” se choro, sou dramática. Se grito, sou neurótica, ” louca”…tenho que seguir a vida assim..”
      Não. Não tem não, só se você se permitir a esses rótulos. Isso reflete a negação de nossos direitos, e pasme: nem as mulheres sabem interpretar. Pois para ficar repetindo isso, é não conhecer a sua própria história. Ora, são séculos de opressão, isso é coisa que qualquer mulher estudando entende. O que não pode é ela dizer: ” dai-me aqui a parte que me cabe”. Eu não estou dizendo para ela ser radicar ou coisa parecida. Nada disso, digo apenas que seja conhecedora de seus direitos, lute por eles. Não aceite ser depreciada, e ache isso ‘ bonito ‘ a ponto de ficar repetindo .
      Nós mulheres, queremos ser tratada com respeito, e ponto. A sociedade nos deve isso.

      Um excelente domingo a você!🌻

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: