Elegância da Alma

Elegância da alma, você já ouviu falar nisso? Sabe definir? A elegância a qual me refiro aqui, ela surge de um sentimento que nasce da espontaneidade, da gentileza, da forma genuína de ser do indivíduo. Tem relação direta com a maneira de tratar e respeita as outras pessoas. Não pense você que elegância é somente algo que pode ser estampado numa bolsa, numa roupa, um perfume, um sapato de marca, grifes famosas e tudo mais. Definitivamente, não me refiro a esse tipo de coisa. Claro – todas elas, tem lá a sua importância para o mundo da moda. Necessariamente, não é este caso. Os requisitos aqui são outros e não têm nenhuma relação com algo que contenha preço, ou que você possa carregar debaixo do ombro. Não tem relação também com o seu cartão de crédito, nem com os restaurantes de luxo, o vinho caro que você degusta suavemente. Esqueça todas essas coisas, pois falo de outro tipo de elegância…” elegância da alma”. Aquela que você só enxerga quando vira o seu casaco caríssimo do avesso.

A elegância de alma, ela ganha consistência nos gestos

Há pessoas nobres, mas a nobreza que me refiro aqui, não têm nenhuma relação com dinheiro. Falo da forma especial de como algumas pessoas nos tratam. É uma espécie de elegância que ganha simpatia pela serenidade, beleza, generosidade e gentileza com que somos tratados. É bom você desfrutar da companhia de alguém e perceber como os gestos dessa pessoa são generosos, como as atitudes delas acabam sendo marcantes pra você por esse detalhes.

Ora, num mundo, onde a maioria das pessoas vivem de aparecia, feliz é aquele que encontrar uma pessoa que tem atitudes genuínas. Que se preocupa, pergunta com o você está, se precisa de alguma coisa […]. Eu sei que você vai dizer que não existe esse tipo de pessoa. Claro, existe. O mundo não é só dos espertos, nem de gente que vive pipocando por aí. Se você procurar direito, certamente vai encontrar pessoas que valem a pena manter por perto. Você sabe do que estou falando, gente que agrega, que se preocupa com você.

Lembra que eu falei para virar o casaco pelo lado avesso? Exatamente, quem te olha por dentro, não se preocupa com o que enxerga por fora. Há muitas pessoas que se encantam com ‘a casca’. É, em relação a estas, elas são as únicas que podem determinar o seu próprio preço. Pelas menos iludidas, nos temos apreço. Toda casca é proteção, mas acaba sendo rompida em algum momento para que o interior ganhe consistência.

Gente bonita, não se preocupa na hora de fazer amor com o número do cartão de crédito, nem com as chaves seu do carro. Se preocupa se você chega bem em casa, como foi o seu dia, diz que estava com saudades e uma série de coisas que você não encontra numa atitude gélida, ou estampada num pedaço de tecido.

Pessoas que tem elegância na alma, elas são recíprocas, e encantam por ter esse detalhe, por serem capazes de fazer o mínimo, mas essa forma de doação é algo autêntico, tanto que nos alegra porque nos fazem nos sentir pessoas especiais. Muitas vezes não pelo que damos a elas, mas porque os gestos falam por si. São completas, felizes com o que possuem. Esse tipo de pessoa, no fundo, são aquelas que nos cativam pela espontaneidade de ser…e até de ter parte nas coisas boas que fazemos.

Pense nisso!

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Frase & Criação: Marii Freire Pereira

Santarém, Pá, 2 de março de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “Elegância da Alma

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: