Ninguem se banha duas vezes no mesmo rio

Há quem diga que é possível se banhar duas vezes no mesmo rio e mais: beber de suas águas. Você concorda com essa afirmação? Não é possível. O tempo é o senhor de toda transformação; dentro de suas etapas há uma resposta que nos impede de voltar ao início, ou seja, o começo. Pois, tudo flui. O universo se transformar o tempo inteiro. Não caminhamos para trás e sim para frente.

Há pessoas muito otimistas neste mundo. Bem, pelo menos, eu acho quando dizem que se guardar num recipiente um pouco dessa água, ela toma banho. Ledo engano! O Heráclito ele procura demonstrar aqui, algo muito precioso em relação ao tempo. Ele afirma que este, devora todas as nossas possibilidades. Sendo assim, aquela sua tese de guardar a água não funciona. Sabe por que? Porque a gente fala de um tempo que sofre transformação. É o resultado desse efeito que nos impede de voltar atrás, ainda que você vá ao mesmo rio, se banhe em suas águas, estas não seram as mesmas. E se você insistir em tomar um pouco para matar a sede, no máximo terá um desconforto intestinal. Entende essa compreensão do olhar humano sóbre a vida? Nada é igual, em momento algum é igual. Tudo sofre um efeito, tudo se transforma, ou seja, ganha um outro significado. Portanto, nada é permanente como a maioria teimar em pensar.

Ao contemplar a nossa caminhada, observamos que ela vai se multiplicando. Vivemos as delícias e os flagelos, de modo que tudo que isso não pode regredir. As paixões, o amor, as coisas que a gente ama e deixa para trás , se algum dia quisermos voltar, seja lá por qual motivo, já não a encontraremos como as deixamos, porque a tendência dessas coisas é evoluir […]. Nem o homem, nem o rio são mais os mesmos.

O mundo se transforma minuto a minuto, tudo ganha novos significados, contornos. O tempo não pára para ninguém, por maior que sejam os nossos incômodos, ele caminha, lento como uma ‘ valsa ‘, mas caminha. Não adianta você replicar, se enganar, porque ninguém consegue quebrar a sua mudez diante das coisas. O tempo tem as suas reflexões, sobretudo, sobre os seus mistérios

O homem deve ter ciência de todas essas coisas, digo “do que constrói, perde , ama, do amor que multiplica, da miséria, do que perde, do que ganha”. É inútil a nossa tentativa de querer negociar com ele. O que fica no passado, são coisas improváveis de acontecer. Devemos sim, lançar um novo olhar sobre o que podemos fazer pela frente.

“Conheces todas as suas inquietações, extrai o melhor delas, porque o tempo não volta atrás. “

Marii Freire Pereira

https:// pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem & criação: Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 11 de fevereiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

%d blogueiros gostam disto: