Adoniran Barbosa

” Não posso ficar nenhum minuto com você

Sinto muito amor, mas não pode ser

Moro em Jaçanã

Se eu perder esse trem

Que sai agora às onze horas

Só amanhã de manhã

Além disso mulher, tem outras coisas

Minha mãe não dorme enquanto eu não chegar

Sou filho único

Tenho minha casa pra olhar…”

Adoniram Barbosa. Trem das Onze

Fonte: LyricFind

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Luiz Eduardo Cirne Correa

Santarém, Pá 29 de outubro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: