Machado de Assis

[…]

Pena de maus costumes, ata uma gravata ao estilo, veste-lhe um colete menos sórdido; e depois sim, depois vem comigo, entra nessa casa, estira- te nessa rede que me embalou a melhor parte dos meus anos que decorreram desde o inventário de meu pai até 1842.

Vem; se te cheirar algum aroma de toucador, não cuides que o mandei derramar para meu regalo…”

Machado de Assis. Memórias Póstumas de Brás cubas. Capítulo 47, O Recluso. Pé da Letra. Barueri, São Paulo, 2020

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: arquivo pessoal/ VEM comigo!

Santarém, Pá 24 de outubro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: