Mulher não rouba o homem de outra mulher

É descabida a alegação de que uma mulher possa “roubar, o homem da outra. A princípio existe a manifestação daquelas que acreditam que isso é possível. Não, porque nesse caso, existe o consentimento, diria mais, existe o interesse do homem.

Quando se diz que uma pessoa rouba o marido, o namorado, ou mesmo o ficante de outra, logo imagina-se que a mulher saia com esse homem no braço como na imagem. Ora, é preciso compreender que em situações como essa, o homem larga a mulher com quem mantém uma relação, seja ela, duradoura ou não, por conta própria. A separação do casal, nem sempre ocorre por falta de cuidado. Nem sempre é por conta de uma negligência. A princípio se costuma dizer de quando ocorre uma ruptura da relação é porque um ou mesmo os dois foram displicentes naquela relação.

Nem sempre esse é o real motivo. A traição, ela trás desencanto ao homem e a mulher que se sente traído (a). Tal ato, nem sempre tem ligação com caráter. Tem muita gente que diz que é falta de caráter, de controle da própria vontade.

Com base natural, fala-se que a traição em algumas relações , ela é tão necessária quanto o ar que respiramos. Há casais que não se importam com as ” pauladas de cerca”, do parceiro. Já têm aqueles que não concordam.

Contudo é necessário ressaltar que essa questão relacionada a infidelidade, ela sempre existiu. As relações extraconjugais dentro do casamento sempre foram muito presentes.

Traição já foi algo inclusive, considerada crime. Hoje, “quem vai a uma delegacia reclama os chifres?” A idéia de ” Felizes para sempre “, é algo que nasceu dentro das religiões. Havia a necessidade de perpetuar aquilo que seria ‘eterno’. Se era eterno, era protegido por pelo ” Divo”. Todavia, é preciso compreender que o homem, ele não consegue mudar a sua própria natureza. Muda por um tempo, quando gosta de uma mulher, quando ele ” opta” por não agir com hipocrisia a ela. Nesse caso, sim. Existe a possibilidade dele não estabelecer um relacionamento com outra. Mesmo assim, não há garantia nenhuma ele não se submeta a própria vontade, ou seja, ao instinto.

A postura desse homem vai dizer muito sobre ele. Traição não é um ato involuntário. É bom que fique claro que, quando há sentimento verdadeiro, as circunstâncias não leva um casal a traição. Se existe amor, cuidado e autenticidade entre duas pessoas, certamente esse detalhe, não abre brecha para um triângulo amoroso.

Houve uma época em que acreditavam que as mulheres deveriam se ‘ desdobrar ‘, para manter as suas relações. Na verdade, isso era e é um peso muito grande, porque mulher nenhuma tem se submeter a determinadas regras para manter alguém do lado. Ela pode ter a docilidade, o encanto ou mesmo a postura rígida que quiser, mas nada disso , perpetua tal ilusão.

Quem quer fica ao seu lado, irá fazer isso espontaneamente, por uma questão de consciência. É a partir desse detalhe que parte o respeito é a concordância. Se a relação é construída dentro de um cuidado mútuo, ela sempre é recompensada com o afeto. Este, possui dupla face porque trabalha no sentido da compreensão. Pode-se dizer que existe uma troca mútua de valores nesse caso. Quando há sentimento, há respeito, que é uma espécie de supremacia entre os casais.

“O amor é responsável por aquilo que nos cativa, e como em qualquer outro seguimento, ele é constituído de princípios éticos. Quando saudável, o amor transborda-nos.”

Marii Freire

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: google.pt.dreamstime. com

Santarém, Pá 6 de setembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: