Almeida Garret

” Adeus!, para sempre adeus!,

Vai-te, Oh, vai-te,que nesta hora

Sinto a justiça dos Céus

Esmagar-me a alma que chora.

Choro porque não te amei

Choro o amor que me tiveste

O que perco, bem no sei,

Mas tu_ tu nada perdeste…”

Almeida Garret. II ADEUS

Biblioteca virtual do estudante brasileiro: https://viver.futuro.usp.br

VEM comigo!

Marii Freire Pereira

Imagem: Wikipédia

Santarém, Pá 20 de junho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: