Chico Buarque

” Não se adobe não

Que nada é pra já.

O Amor não tem pressa

Ele pode esperar em silêncio

Num fundo de armário

Não posta-restante

Milênios, milênios

No are

E quem sabe, então

O Rio será

Alguma cidade submersa

Os escafandristas virão

Explorar sua casa

Seu quarto, suas coisas

Suas alma, desvãos

Sábios em vão

Tentarão decifrar

O eco de antigas palavras…”

Chico Buarque, Futuros Amantes,

Fonte: LyricFind

Imgem: O Beijo de Gustav Klimt

VEM comigo!

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 16 de abril de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Chico Buarque

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: