Perdas

” As subtrações da vida, nem sempre são injustas. Claro que perder dói, mas perdas também podem representar ganhos. Nós, não ‘ganhamos’ sempre que ganhamos. Às vezes, se ganha justamente ao contrário, ou seja, quando perdemos. É a vida nos apresentando as suas contradições.

Quem nunca viveu a experiência da mudança, da perda e não aprendeu com ela? Acho muito difícil o ser humano sucumbir as dúvidas, ao desconhecido e depois, não conseguir extrair algo de valioso do dali, digo daquela experiência. Todos nós, independentemente da situação temos histórias para contar, para afirmar que de alguma maneira, mesmo nos momentos em que a vida foi mais exigente, ela nos ensinou aquilo que precisávamos saber.

A pessoa de modo geral, ela só aprende quando sobrevive a queda que a desestabiliza, quando faz com ela olhe com atenção para o que realmente precisa ser descoberto, porque ser humano nenhum é capaz de se tornar uma pessoa melhor, sem olhar para as suas dores, e compreender que essas, são na verdade, uma via de acesso ao crescimento, seja emocional ou intelectual. E ao longo dessa trajetória, você há de concordar comigo que, vários são os momentos difíceis que passamos, e que temos que aprender a lidar com eles. Desconheço o ser humano que não tenha problema, e viva a vida inteira a descansar sem ter um único momento de desconforto. De fato, não existe. O único descanso que é eterno, e que sei até porque a própria palavra sugere descanso é cemitério que do grego, significa dormir, descansar. Nós não, enquanto cheios de vida, temos diversos problemas, bem como, uma infinidade de perdas, mas todas carregam consigo um significado.

Quantas perdas fizeram de você hoje, ser a pessoa que é, que se tornou? Inúmeras, sei que você me responderia assim. E no entanto, você acha que não são significativas? Evidente que são. Talvez, para falar de perdas, algumas pessoas, acabam tendo uma certa resistência, porque machuca. Mas, não há crescimento sem que tenhamos que passar por elas. Claro, no primeiro momento, pode haver uma certa resistência. Mas, depois com a mente organizada, é possível contabilizar o que a vida fez de nós, ou em nós, em determinados momentos. Não tem como não viver, ou não chorar, a gente chora por dentro, é o sentimento, o nosso íntimo que transborda. Às vezes, essas ‘ visitas do passado ‘ faz com que choremos, mas chora mesmo, sabe? Como se diz: chorar com catarro grosso? É, faz um bem danado a alma, depois isso, trás uma paz de espírito inexplicável. A vida é assim, oras que nem colo de mãe, oras que nem

[…]

Eu quero que você entenda que, independentemente do que a vida possa ter lhe tirado, você seja capaz de se perdoar, se recompor e fazer o melhor. Ninguém precisa aprender com a dor, mas temos que respeitar os seus ensinamentos, porque é só através de um choro dolorido que, fazemos nascer o nosso melhor riso.

[…]

Sorria. Mas, sorria com a alma. Se conseguir é sinal que chegou ao ápice da vida.

Marii Freire Pereira

Imagem pública

Santarém, Pá 5 de abril de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: