Memória

Quando te cansares desse mundo

Entra nos seus cômodos sagrados

Distancia-te

Do

Gemido lá fora.

Fecha-te no silêncio

e tentas renascer num instante

Cavalgue de novo.

Alinhe os pensamentos,

Sinta o coração de menino

Bater outra vez

Se precisar,

Tem arreios

Use-os!

Todo homem sabe ser menino quando precisa!

Pode ter 60 anos,

Mas, a memória cega

Não o impede de encontrar

O quintal de casa

De correr dentro de si

De ser puro de boca fechada,

A criança nunca morre

Vira homem que sonha

e sonhando torna-se menino outra vez.

Marii Freire Pereira

VEM comigo!

Santarém, 17 de março de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: