O poder de escolha

Fazer escolhas nem sempre é uma tarefa fácil. E não é fácil por vários motivos, dentre eles, a pressa. Agir dessa forma, diante de situações que requer muito de nós, geralmente, custa caro. E o preço quem paga é o emocional.

O homem diante de suas fragilidades é um menino

Diante de suas debilidades, toda é qualquer pessoa que age sem pensar, ela vomente um erro com ela mesma. Fere a si, pensando em agredir o outro. Vive a confusão de sentimentos ais wuais nao sabe decifrar. Encintra-se, diante de uma bifurcação. Tem um caminho com duas escolhas diante de si. E, sem a clareza necessária, ele escolhe sempre o caminho mais doloroso, conflitante.

[…]

Tomar decisões, sem reconhecer os próprios erros, os próprios desafios que precisam ser enfrentados internamente, é um erro, e sabe por quê? Porque agir precipitadamente, ou com ignorância é perder, e perder feio para vida.

[…]

Quando nos falta a habilidade de suportar os nossos caos, nossos dramas diante da realidade, então as escolhas têm as suas consequências. E geralmente, elas não nos leva ao descanso, mas o insucesso.

A imaturidade leva ao homem ter medo desci mesmo

A imaturidade costuma nos cobrar um preço caro demais. Escolher a solidão faz com se comece a despir as próprias forças. De repente, nos curvamos diante da arrogância e prepotência que fez com que chegemos a um estado miserável. É o estado que mostra o homem diante de suas mazelas. Tem ferida que sangra , tem aquelas que criam crosta, mas nunca sara.

Nunca nos declaramos frágeis, nem solitários…”

Publicamente, nunca procuramos diminuir o peso da culpa, quanfo se erra. Mas internamente, nos escondemos atrás das caricaturas que fabricamos de nós mesmos.

[…]

Quantas vezes não ficamos diante de situações como essa? Sem saber decifrar os aquilo que nos consome a alma? Muitas. O peso do insucesso faz com que se perca a força, a visão tão necessária para saber compreender os mistérios da vida. Seria bom, se fossemos mais humanos, mais gentil conosco, é ter o discernimento necessário na hora em que a vida muito existe de cada um de nós. É incrível como só se sabe decifrar o código das lágrimas em momentos assim. Atravessar um caminho sem preparo é a coisa mais triste que existe para o ser humano, e não pense que é para ele aprender, crescer, ou coisas do tipo que sirva de castigo. Definitivamente, não se precisa de castigo como exemplo. A dor não não é um exemplo. Ela é uma consequência desastrosa por causa da imaturidade.

Precisamos ser mais humanos, ter compromisso conosco e com os outros. Ser paciente, saber dialogar é fundamental para que se alcance o sucesso. Eu sei que caminhar é desafiador. Mas, se esse é o seu propósito, siga…siga firme. Confie mais em si mesmo, conf8e nos seus propósitos.

Marii Freire Pereira

VEM comigo!

Imagem pública

Santarém, Pá 15 de março de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “O poder de escolha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: