Eco

Há uma dor no meu peito

Um desencanto no olhar

Um vazio

Medo

Uma chuva levinha

Misturando – se

A saudade de outrora.

Ando daqui pra lá

De lá pra cá

Tudo é tão estranho.

Na minha cabeça

Há uma confusão tremenda.

Não sei explicar

Há um barulho

Que

Irrita é me deixa surda

Há um desespero

Uma necessidade de falar.

Mas

Falar o que?

Nada é mais verdade.

E se foi

Ficou preso

Um

Dia em minhas lembranças.

Imagem pública

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 6 de março de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: