Romantismo

O Romantismo tem um nome muito forte, José de Alencar ( 1829-1877). Quem não lembra de Iracema ” A Virgem dos lábios de mel? Pois bem, a produção de Alencar, voltou-se a construção da cultura brasileira, onde essa almejava alcançar na época, uma expressão própria, ou seja, um romantismo próprio, porque houve essa necessidade, digamos assim, de buscar características voltadas a uma língua mais brasileira. É necessário afirmar mais uma vez que, o projeto da construção de uma cultura brasileira autonomia foi imprescindível termos essa riqueza hoje.

Todavia, Alencar foi além, considerado como um ótimo contafor de história, ele teve muitos trabalhos reconhecidos. E como representava esse alicerce do Romantismo ganhou destaque por ser um represente fiel a sua época. Podemos conferir trabalhos de sua autoria, tais como, o romance indianista , além de muitos outros, por exemplo, em 1857, nasceu O Guarani, a Iracema em 1865, e mais tarde já por volta de 1874 Ubirajara.

Alencar buscou fazer uso de uma linguagem própria, uma linguagem indígena podemos dizer assim. A partir disso, muitos outros poetas tiveram sua inspiração. Mas , a verdade é o trabalho de Elencou contribui muito para essa riqueza que temos hoje.

Imagem; José de Alencar : Alberto Henschel ( Museu Histórico Nacional- R J)

Literatura Brasileira- William Cereja e Thereza Cochar. Ano : 2013

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 5 de março de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: