Os cortejos

” Horríveis as cidades!

Vaidades e mais vaidades…

Nada de asas! Nada de poesia! Nada de alegria!

Oh! os tumultuários das ausências!

Pauliceia – a grande boca de mil dentes;

e os jorros dentre a língua trissulca

de pus e de mais pus de distinção…

Giram homens fracos, baixos, magros…

Serpentinas de entes veementes a se desenrolar…”.

Mário de Andrade.

Imagem: Desenho de Mario de Andrade, de 1928.

Literatura brasileira: William Cereja e Thereza Cochar. Ano : 2013

Publicado por: ( VEM comigo!)

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 21 de fevereiro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: