Equilíbrio

” O desafio não é alcançar o equilíbrio, mas mantê-lo “.

Pedro Tornaghi.

Interessante essa frase. Como é que o ser humano consegue manter o equilíbrio, se a vida exige o tempo inteiro que ele esbarre em seus limites?

Todo mundo tem defeitos e qualidades (alguns mais, outros menos), mas temos que saber interpretar corretamente o peso da balança. Você já reparou bem essa imagem? Nem para um lado, nem para o outro, mas no centro. Consegue olhar somente em direção a chegada? O caminho é reto, logo tenho todas as condições de atravessar correto? Errado. Muito de nossas atitudes, medos e falta de atenção, certamente servirá como uma espécie de obstáculo para a chegada. E sabe por que? Porque os olhos traem. Um único minuto de falta de atenção e cervical fica parecendo bebê dando os primeiros passos (…)

O ser humano dentro de suas inquietações, constrói verdadeiras ruínas em apenas um movimento. Curioso, não? As escolhas erradas nos fazem percorrer caminhos que nos levam a incompletude. A sensação de fracasso, desânimo, tristeza e solidão.

Encontrar o equilíbrio que merecemos, significa que muitas vezes, devemos abrir mãos de escolhas que nem sempre nos são favoráveis.

A realidade humana é essa, perpassar por exigências severas. Para caminhar, devemos abrir mãos dos nossos excessos, deixando que fique somente o necessário.

O equilíbrio consiste em conhecer tudo aquilo que causa desconforto, o que pode desconstruir no simples ato de caminhar.

São as contradições da vida. Nela vamos encontrar dor quando não soubermos juntar as peças desse grande mosaico humano que somos nós. Para enfrentar as nossas lutas, nossas crises e conseguir andar com leveza nessa corda bamba, é preciso muita coragem. Coragem e atenção, porque um pequeno desequilíbrio pode significar a perda de todos os passos já percorridos. Isso significa que você terá que caminhar tudo novamente.

É difícil pesar esse equilíbrio quando somos seres tão imperfeitos. Quando desistimos, não pelas dificuldades, mas quando desistimos de nós, de saber que não temos condições de permanecer em pé…não temos condições para seguir em frente.

Sem sentido, qual é o significado da vida?

Eu só conheço um, retomar aquilo que um dia fomos. É difícil? Sem duvida, Mas redescobrir o valor que temos é manter- nos firmes num propósito. É não temer peso algum, e caminhar. Caminhar em direção aonde você precisa chegar. É ter coragem para ficar de pé novamente e não olhar para aquilo que atraí os nossos olhos lá embaixo (…)

Equilíbrio é conseguir se manter firme o tempo todo, sem desviar a atenção. É acreditar que apesar dos problemas, o que permanece inteiro por dentro, não nos inclina por fora. É saber escolher, escolher de modo, que o resultado de nossas escolhas não interfiram negativamente na nossa forma de andar.

Ouse!…

Imagem: Pedro Tornaghi ( facebook)

Texto: Marii Freire Pereira.

Santarém, Pá 13 de fevereiro de 2020.

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Equilíbrio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: