Descalço

Descalço se aprende a pisar melhor, se lembra o tempo de criança, o gosto de deixar os pés tocar a terra nos dias de chuva.

Se anda um pouco aqui, um pouco ali, e sente que a alma está completa. Faz coisas próprias que atendem as necessidades de criança […]

O cheiro de mato molhado, alguém recorda como era bom? E aquele desejo de ouvir o barulho da chuva no telhado? Rir como criança!…

Quanto coisa somos capazes de sentir novamente a partir do momento em que andamos descalço. Não, aqui não falo somente do contato físico, mas dos caminhos que todas essas lembranças nos trazem. É a respeito do emocional, é o valor daquilo que te provoca a sensação de bem-estar. É essa criança que vive adormecida que você precisa acordar.

Todos os dias, aprendemos um pouco aqui e um pouco ali …”

Aprenda a gostar de você novamente. Isso chama-se: autoestima.

Faça coisas as quais você gosta. Necessariamente, você não precisa andar descalço, é uma linguagem metafórica, mas que promove o bem- estar inteiror, o que nos provoca aquela sensação de completude.

A autoestima é você ter essa aproximação de si, mesmo. É aquilo que é verdadeiro, e que nos faz sentir satisfação de modo geral. É como uma espécie de felicidade intacta…

Todos nós, passamos por problemas. A diferença é que, muitos conseguem lidar melhor com algumas dificuldades. Já outros não. Então, procure ter satisfação naquilo que faz ( ainda que não seja lá), essas, procure dar-se ao menos, um elogio por dia, garanto que é melhor do que viver tecendo críticas direto. Elogiar, é uma forma de conseguir se libertar, de ganho. Não haja como o paciente que se recusa a tomar o remédio, ou seja, por escolha própria, prefere a morte. Não, faca melhor. A maneira de como nos tratamos diz muito sobre a gente, quem somos e o como lidamos com os nossos conflitos. Tudo, melhora quando esse tratamento é para nós mesmos. As vezes, temos a preocupação de tratar bem o outro. E quanto a nós? aqui falo de você. Quando fazemos isso, naturalmente aquela “música suave e escondida, aparece através de uma voz ..”. É o inconsciente que desperta o que antes, estava adormecido.

É bom, é sempre mais interessante olhar a vida com um pouco mais de carinho. Com beleza não só na face, mas principalmente na alma.

Se precisar andar descalço, e a proposta aqui de fato é essa, ande…

Toque a terra, sinta a suavidade da vida…ria como uma criança, ouça o barulho da chuva caindo lá fora.

…namore no portão!

Entenda uma coisa, existem pequenas regalias que a vida simplesmente, não perdoa se abrimos mão…

Aquele coração de menina [ainda], pulsa aí dentro, viva!!…

Imagem pública.

Esse texto foi escrito por: Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 7 de fevereiro de 2020.

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

10 comentários em “Descalço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: