O valor do Tempo

Aos poucos, o tempo tem nos ensinado o quanto é importante a dinâmica de saber negociar com ele. Ninguém perde, ninguém ganha, mas todos adquirem uma experiência enorme nessa parceria.

Compreender o valor de nossas escolhas, valorizar aqueles que fazem questão de arrumar um tempo para ficar um pouco mais perto de nós. Isso sábio, tem um valor incomensurável.

Dedicar parte do seu tempo a você mesma, investindo algumas horas para conseguir se aprimorar naquilo que deseja, não é bom? Claro que é. Há momentos em que se precisa desse tempo como aliado. Não adianta correr, querer competir com ele, não. Há situações que são inegociáveis. As vezes, o que se precisa é desacelerar. Diminuir o passo, respirar (…)

Respirar vida como a gente costuma fazer logo que nasce. Não é isso que se faz após levar um ” tapinha de cordialidade?”. Não sei, não. Mas, tem uns aí que são meio fracos, berram (choram), depois desse registro de boas vindas.

Quando bebês, não. Mas, na fase a adulta a dor nos humaniza, fazendo nos costumar com a sua crueza. É um jeito sábio ela tem de nós preparar para passarmos por tantas tarefas árduas. Machuca, porém como disse Guimarães Rosa: ” Coragem “, é o que ela nos exige a todo momento. É por isso que, vez ou outra, quando se tem a possibilidade de fazer uma pausa, é interessante que se faça. Temos que saber que nem tudo é árido, mas que há uma brisa suave que surge como resposta as nossas incertezas.

Mudar as nossas atitudes, cria a possibilidade de olhar os nossos limites, eliminando os excessos, é claro. Tufo isso é ótimo e depende unicamente de nós, das nossas atitudes.

Pare, respire , desperte o que estava adormecido dentro de você. Permita-se sonhar, ter vida aos dias que ainda lhe restam, porque na verdade, ninguém sabe quanto tempo tem de saldo com a vida, portanto, acredite em você.

Viva a vida, saboreie com vontade as novas oportunidades que ela lhe apresenta. Procure ter leveza na alma para acompanhar a beleza do entardecer.

Imagem: Ponta do Cururu/ Santarém, Pá.(Oestadonet .com.br)

Texto: Marii Freire Pereira.

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: