Fernando Pessoa

” Sem a loucura que é o homem

Mais que a besta sadia,

Cadáver adiado que procria?”

O sonho é ver as formas invisíveis

Da distância imprecisa, e, com sensíveis

Movimentos da esp’rança e da vontade,

Buscar na linha fria do horizonte

A árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte –

Os beijos merecidos da Verdade. “

(…) Tudo vale a pena

Se a alma não é pequena.

Quem quere passar além do Bojador

Tem que passar além da dor.”

Triste de quem é feliz!

Vive porque a vida dura.

Nada na alma lhe diz

Mais que a lição da raiz-

Ter por vida a sepultura

Ser descontente é ser homem. “

Tenho meus olhos quentes de água. “

‘ Screvo meu livro à beira- mágoa.”

Quando, meu Sonho e meu Senhor?”

Fernando Pessoa, livro Mensagem

Mensagem: Poemas esotéricos: edição crítica

https://citacoes.in

Marii Freire

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: pinterest/ ND Mais

Santarém, Pá 10 de janeiro de 2023

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

%d blogueiros gostam disto: