Carlos Drummond de Andrade

[…]

Nem me reveles teus sentimentos,

que se prevalecem do equívoco e tentam a longa viagem.

O que pensas e sentes, isso ainda não é poesia”.

Carlos Drummond de Andrade. Procura da Poesia

Carlos Drummond de Andrade. A Rosa Do Povo. Círculo Do Livro. São Paulo, 1943.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: pinterest/ Estadão

Santarém, Pá 20 de abril de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

3 comentários em “Carlos Drummond de Andrade

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: