Carlos Drummond de Andrade

” Penetra surdamente no reino das palavras.

Lá estão os poemas que esperam ser escritos.

Estão paralisados, mas não há desespero,

há calma e frescura na superfície inata.

Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.

Convive com teus poemas antes de descrevê-los…”

Carlos Drummond de Andrade. Procura da Poesia.

Carlos Drummond de Andrade. Literatura brasileira/ Seleção de textos, notas, estudos biográficos, históricos e crítico por Rita de Cássia Barbosa. 3 Ed. São Paulo: Nova Cultural, 1990

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem ( arquivo pessoal)

Santarém, Pá 21 de março de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Carlos Drummond de Andrade

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: