O perfil da mulher pós- moderna

A mulher pós-moderna é uma mulher autoconfiante. É uma mulher positiva quanto a sua aparência. E acredite: Eu não falo de cirurgia plástica não. Evidente que esse detalhe ajuda, mas chamo a atenção a respeito da autoestima. Exatamente isso que você leu aqui. A autoestima é fundamental na vida de qualquer mulher, obviamente. Mas a mulher moderna é alguém que pensa diferente, forma opinião, crítica e é autodeterminada.

Sim! Nós somos paradoxal. Apesar de, termos perdido muito durante anos para os homens no gestor intelectual, aprendemos a nos esforço mais, o que inclusive choca alguns quanto a nossa lucidez. Porém, felicíssimas, e sabendo que a tolerância é ‘um vinho forte’, vamos com paciência lidando com situações extremistas, mas conscientes de que a melhor maneira de exercer o nosso papel é sendo nos mesmas, e pensando por nós. A princípio, a situação que passa na cabeça de muitas pessoas inclusive homensé ” As mulheres são bobas” ou ” são fáceis” são…são..somos classificadas de tanta maneira que temos que relevar. Situações como ” Se você não for assim, não me agrada” Se você não tem ” um corpo bonito” não preenche o meu padrão de exigência. Mas, pensa comigo ” precisamos disso? A pergunta fundamental que faço aqui é: ” Você se sente feliz quando se olha nua no espelho?” Se a sua resposta for sim, então a perspectiva que você tem sobre você mesma, está tudo bem. Afinal, uma roupa é só um detalhe a mais sobre o corpo.

A mulher moderna é alguém que pensa e não se sujeita a determinados padrões. Ela deseja sim, construir uma família, trabalhar e ( não se contentar com o básico), não viver se culpando com o que não consegue fazer, mas ir a luta. Essa mulher pensa consigo mesma ” Eu consigo”. Afinal, ninguém melhor do que nós mesmas para saber administrar todas as nossas ” obrigações “. Ora, através da história,aprendemos que, a mulher sempre foi uma ” Boa dona de casa”; casa, marido, filhos ” dos afazeres nunca lhes faltaram. Hoje, apesar dessa tarefa ainda ser árdua, ela tem diluído mais, esses efeitos ligados à sua incapacidade de pensar. Evidente que, continuamos sendo mães e esposas que ” pensam por si, e falam”, impõem limites e questionam. ” Não está bom? Ótimo” Mova-se, faça algo para mudar isso” é o que essa mulher tem feito.

Somos mulheres que buscamos nos realizar

Sim! A mulher pós-moderna é aquela que busca fatores que possibilitem o seu crescimento pessoal e profissional. Ela muda determinadas imposições, foge a comportamentos e padrões que antes a escraviza. Evidentemente que, nem todas acompanham essa mudança. Há mulher que adota muitas formas de pensar. Algumas priorizam o intelecto, outras valorizam os seus corpos, são escravizas destes. Há mulheres que sofrem mutilações para se enquadrar a padrões de beleza. Em relação a esse detalhe, muitas chegam a morte. Outras se garantem e “se aceitam como são” e gostam de si com naturalidade. Essas mulheres não estão preocupada em ” agradar” mas serem agradáveis a si próprias. Mulheres elegantemente bonitas, inteligentes, sensuais e donas de si. Pessoas que não se rendem ao que afligem muitas outras. Isso vale aos homens. Há homens extremamente vaidosos, que cultivam essa coisa neonarcisista. O que não é o foco da minha proposta nesse texto, discutir tal assunto. A mulher pós-moderna, que me refiro, é o exemplo de pessoa que tem preocupação com o fato de empoderar-se dela mesma, digo da ” forma de pensar” pois usa a razão mais do que a emoção, ou seja, ela não precisa se sujeitar a um padrão de exigência para se sentir aceita não sociedade.

A autoimagem é importante

Como dito anteriormente, para algumas mulheres sim. O patrão de satisfação pessoal só vem a partir do melhoramento estético e físico. Para algumas mulheres não. A autoconfiança não é por conta de uma cirurgia plástica, ou um corpo definido, mas porque essa mulher aprendeu a trabalhar fatores como: autoconhecimento, inteligência emocional, autoestima,além de outras situações que fazem com ela busque por excelência, digamos que ” essa mulher aprendeu a dilacera essa coisa fantasiosa que muitas vezes é vendida como real” . A mulher pós-moderna tem trabalhado a mente. Eu acredito que a perfeição feminina virá do equilíbrio entre corpo e mente, o que ainda vai demorar um pouco. Mas a mulher atual é aquela que tem maturidade, que crítica, e identifica o que lhe causa angústia, ou seja, não é um ser ” preso ao ninho” e que precisa de proteção. É ao meu entender, um ser humano lúcida, que reage ao que não cabia a mulher do passado, como é sabido.

A mulher moderna, ela é um ser que consegue humanizar sentimentos, mas também romper com as suas mazelas, é alguém que apartir do momento em que ” aprendeu a se decifrar ” reconhecendo as suas debilidades, ela se ” acha” em meios aos seus conflitos, e assume uma postura de uma pessoa que usa a inteligência para lapidar a si própria, e não mais se culpando, como acreditava porque era levada a mirar nisso. Hoje, ela tem certeza do seu valor, bem como papel social. Essa mulher é uma mulher nova, porque nasce de onde não foi projetada, nem educada para ser quem ela é dentro do modelo atual.

A mulher moderna, é aquela que usa o poder para ter uma posição digna diante de um papel que era totalmente invertido. Ela usa a inteligência na pós- modernidade para não ser uma alienada diante de fatores que antes a controlava. É essa mulher que surpreende a todos.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem ( Autoral)/Pensamentos.me/ VEM comigo

Santarém, Pá 13 de março de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “O perfil da mulher pós- moderna

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: