NÃO É NÃO

E esse ” não” deve ser usado além do período do Carnaval. Crimes contra a liberdade sexual não podem ficar omissos. É para isso que as campanhas têm um lado importante, ou seja, alertar a mulher que é a vítima a denunciar.
A sociedade tende a reproduzir comportamentos machistas, tais como, o de que o homem pode ” ganhar” a mulher na cantada. Não pode.
A Lei n° 13.718/2018, pune prática de atos libidinosos. O homem que tocar nas partes íntimas de uma mulher sem sua permissão, ele está violando um direto. Um exemplo bastante conhecido desse tipo de crime, ocorreu em 2018, que foi o fato de um homem ejacular no corpo de uma mulher num metrô. Mas é importante ressaltar que existem diversas outras situações com consequências e circunstâncias que devem ser denunciados.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem ( Autoral)

Santarém, Pá 28 de fevereiro de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “NÃO É NÃO

    1. A nossa sociedade tende a alimentar comportamentos machistas. Situações como cantadas que se tornam um incômodo, passar a mão em partes íntimas sem a permissão da mulher, achando que a insistência faz a mulher ceder as investidas desse homem. Não pode. A mulher tem que querer. Estar com alguém tem que ser uma escolha, não algo imposto, forçado. Às injustiças acontecem dessa maneira. Então, é preciso falar!..

      Curtido por 1 pessoa

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: