Álvaro de Campos

Mas eu, em cuja alma se refletem

As forças dadas do universo,

Em cuja reflexão emotiva e sacudida

Minuto a minuto, emoção a emoção,

Coisas antagônicas e absurdas se sucedem

Eu o foco inútil de todas as realidades,

Eu o fantasma nascido de todas as sensações,

Eu o abstrato, eu o projeto no écran,

Eu a mulher legítima e triste do Conjunto

Eu sofro ser eu através disto tudo como ter

Sede sem ser água

Álvaro de Campos

https://www.pensador.com

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: pinterest/ Laura Yoana

Santarém, Pá 1 fevereiro de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Álvaro de Campos

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: