Graciliano Ramos

” Por pouco que o selvagem pense – e os meus personagens são quase selvagens -, o que ele pensa merece anotação. Foi essa pesquisa psicológica que procurei fazer, pesquisa que os escritores regionalistas não fazem nem mesmo podem fazer, porque comumente não conhecem o sertão, não são familiares do ambiente que descrevem.”

Graciliano Ramos. Vidas Secas/ Para Amar Graciliano.

Para Amar Graciliano: como descobrir e apreciar os aspectos mais inovadores de sua obra/ Ivan Marques. 1ed. Barueri, São Paulo. Faro Editorial, 2017

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem ( arquivo pessoal)

Santarém, Pá 19 de janeiro de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Graciliano Ramos

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: