Manoel de Barros

[…]

O menino hoje é um homem douto que trará com física quântica.

Mas tem nostalgia das latas.

Tem saudades de puxar por um barbante sujo

umas latas tristes.

Aos parentes que ficaram na aldeia esse homem

encomendou uma árvore torta…

Para caber nos seus passarinhos.

De tarde os passarinhos fazem árvore nele.”

Manoel de Barros ( Fragmento 14, do livro para encantar o azul eu uso pássaros. Apud Braval, junho 1998). Literatura brasileira em linguagem com outras literaturas e outras linguagens.

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: Literatura brasileira/ Manoel de Barros

Santarém, Pá 18 de janeiro de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

3 comentários em “Manoel de Barros

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: