Cazuza

” Pra que mentir

Fingir que perdoou

Tentar ficar amigos sem rancor

A emoção acabou

Que coincidência é o amor

A nossa música nunca mais tocou

Pra que usar de tanta educação

Pra destilar terceiras intenções

Desperdiçando o meu mel

Devagarzinho, flor em flor

Entre os meus inimigos, Beija-flor”.

Cazuza. Codinome Beija-flor

Composição: Ezequiel Neves/Reinaldo Arias

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: Catraca Livre.

Santarém, Pa 30 de dezembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Cazuza

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: