Carlos Drummond de Andrade

” Em verdade paraste de fazer anos

Não envelheces. O último retrato

vale para sempre. És um homem cansado

mas fiel: carteira de identidade…”

Carlos Drummond de Andrade. Como um presente . A Rosa do Povo. Círculo do Livro. São Paulo, 1945

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem: pinterest/ Rafaela

Santarém, Pa 25 de dezembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Carlos Drummond de Andrade

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: