Violência Contra a Mulher é um problema de saúde pública: Vamos falar sobre o tema?

A violência contra a mulher é um problema que durante séculos, se faz presente em nossa sociedade. Portanto, mais do que nunca, é preciso tocar nesse tema, que é delicado e ao mesmo tempo, necessário para que abra lugar ao debate.

De acordo com um estudo publicado pela Organização Mundial da Saúde ( OMS) a violência contra a mulher é o tipo de agressão mais comum que ocorre principalmente, através de parceiros íntimos. Além disso, esse estudo também chama atenção para um detalhe importante onde afirma que ” a violência física ou sexual é um problema de saúde pública “. O resultado dessa violência pode provocar ” lesões, infecções e doenças como depressão e transtorno mental” o que é muito muito grave do que se imagina para a mulher. Vale ressalta também uma questão que a mulher pode desenvolver em relação a esse problema, e que não foi mencionado nessa matéria, porém, esse detalhe tem que vir aqui, que no caso, é a ansiedade, uma doença muito comprometedora a saúde da mulher. A ansiedade, surge principalmente por conta de situações abusivas que ocorrem entre parceiros que não sabem amar, é muitas vezes, extrapolam limites, fazendo da relação um acontecimento doentio.

É sabido que a violência contra a mulher, vem ganho uma discussão notória, principalmente por conta dos casos de violência que ocorreram durante a Pandemia. A Pandemia representou um período conturbado a todos nós. Mais, em relação a mulher, foi muito mais grave, porque ela ficou confinada “presa dentro do lar” com o parceiro violento, sofrendo muito mais do que situações abusivas, também com a violência doméstica. E uma das coisas que se viu, durante todo esse período, foram medidas criadas por órgãos e entidades para ajudar essa mulher no enfrentamrnto da violência. Quer dizer, a pandemia, serviu para tornar a situação da violência muito mais grave problema durante o isolamento social.

Os impactos dessa violência foram sentidos de maneira muito negativa nas estatísticas que faz jus a questão por exemplo, dofeminicídio no Brasil. O país ocupa o 5° lugar no ranking mundial de feminicídio. Independente da classe, da cor ou orientação sexual, a mulher morre a cada uma hora e meia no país. A questão Moral revela o quanto esses números são feios. Infelizmente, não são só números, mas ” mulheres morrendo todos os dias”. A violência precisa ser erradicada, ou pelo, devem ser trabalhada, através de formas que procurem melhor o comportamento desses parceiros abusivos, porque são eles que matam as suas esposas, companheiras e namoradas.

De fato, se faz necessário trabalhar a importância da conscientização da sociedade diante dessa ameaça epidemiológica. Do contrário, esses números só aumentam. E a mulher ficará à mercê da própria sorte.

No Brasil, a Lei n° – (11.340/2006 ) Maria da Penha é um norte na vida da mulher que vive em situação de violência. Mais do que um condão educativo, ela procura resolver conflitos e ampara a mulher que precisa da segurança da Justiça.

O respeito dos direitos humanos das mulheres, é justamente fazer com que a mulher tenha direitos. Mais do que isso, direitos assegurados. Apesar de uma mácula que a mulher tem da Justiça brasileira pela questão da morosidade, de fato, a lei Maria da Penha, representa a grande conquista a todas nós mulheres. Portanto, é importante ressaltar que, a mulher tem que denunciar o agressor e fazer valer seus direitos.

Marii Freire Pereira. Violência Contra a Mulher é um problema de saúde pública:Vamos falar sobre o tema?

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem & criação: Marii Freire Pereira

Fonte: https://ambito-juridico.jusbrasil.com.br

Santarém, Pa 22 de dezembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

7 comentários em “Violência Contra a Mulher é um problema de saúde pública: Vamos falar sobre o tema?

    1. Tenho ficado tão feliz com o resultado desse trabalho. É árduo, mas preciso falar. Eu sinto que o direito já existia dentro de mim. Com o tempo, veio a oportunidade e abracei.
      Essa semana foi maravilhosa pra mim. Mais de 500 mulheres responderam uma enquete sobre violência. Na verdade, tem muito mais do que isso de curtida, e pra mim…É gratificante.

      Curtido por 1 pessoa

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: