Oi

Quem não gosta de gatos? Eles são engraçados, sabem como seduzir qualquer pessoa. Bajuladores por natureza, quando querem alguma coisa, os gatos sabem melhor do que ninguém como pedir. São dados! praticamente, se oferecem em troca de comida, do lugar que querem ocupar na sua vida, na cama, ou no sofá. E não estranhe, mas até na sua gaveta de armário, eles encontram um lugar confortável para se meter. Sim, os gatos são livres, andam longas distâncias para namorar, tiram o seu sono nas madrugadas por cima dos telhados.

Os gatos são imprevisíveis. Se desejam algo, são dóceis. Do contrário, ariscos, psicopatas. Mais do que o centro de fofura, são admiráveis, corajosos, inteligentes, donos de seus desejos, vingativos. Certamente, são exemplos de animais cativantes. Os gatos aproveitam uma oportunidade onde muitos não veem nada. Eles simplesmente, são capazes de curar as nossas angústias emocionais, transtornos e até mesmo, falta de sensibilidade. Isso, quando não nos enlouquece por sair marcando os seus territórios, eles são criaturas atraentes. Ah, quanto ao marcar território, talvez, muitos de nós não leve em consideração que isso pode ser também um problema, claro- assim como nós, eles também têm doenças que se manifesta através de comportamentos. Neste caso, é preciso ter um olhar mais atento. No mais, são um consolo para as crianças, adultos com problemas emocionais, pessoas mais velhas que passam por um período de crise. Independentemente da situação, os gatos transmitem a linguagem da simplicidade e do carinho.

Um gato na família pode representar um refúgio para um mundo tão complicado. Viu um gatinho por aí, diga ” Oi!”.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: BuzzFeed

Santarém, Pa 12 de dezembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

6 comentários em “Oi

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: