Ciúmes

É possível justificar maus tratos, violência e até a morte por causa de ciúmes? Infelizmente temos visto que sim. Não que seja permitido, mas que os seus resultados, surgem como uma forma de repressão. Não é que você possa maltratar, não é que você possa matar. Legalmente, não existe uma lei expressa me dando o poder de matar outra pessoa. Não, mas se eu fizer isso, certamente, respondo. As pessoas matam por inúmeros motivos, dentre eles o ciúme. Só pra você ter uma ideia, mais de 20% dos casos de homicídios são por conta de ciúmes.

O que é o ciúme?

Existem muitas definições para o ciúme. Ora, a psicanálise explica por exemplo que, uma criança de colo tem ciúmes da mãe, e acredite, não é por menos. A gente sabe que desde a gravidez, a mãe tem um papel fundamental na vida da criança, ou seja, ela carrega em seu ventre durante nove meses, cuida, constrói uma ligação afetiva muito intensa com o filho ou a filha, tanto que a criança não consegue separar o que é mãe e o que é o filho. Na cabeça dele, só existe uma pessoa que é a mãe tomada pela contemplação do sentimento de posse. Experimente tocar na mãe de uma criança enquanto ela amamenta o filho para vê o que acontece, certamente, ele vai fazer algum gesto dizendo pra você coisas como: ” sai, tira a mão, essa mulher me pertence ” é o sentimento de posse como dito. É incrível como essa referência do pertencimento se carrega desde da primeira infância. A única figura que tem o poder de quebrar essa questão, é o pai. É como se houvesse uma disputa entre pai e filho pela mesma mulher, claro- com sentimentos distintos. Você compreende como acontece ? A ideia de ciúmes é vem atrelada a posse. Ciúme é o desejo de posse. A teoria freudiana explica muito bem essa questão. Porém, existem diversos motivos que vai desde traumas na infância, abandono, dentre outros que cooperam para uma melhor compreensão. Existe o ciúme na visão da psicologia, do direito penal, da criminologia.

O nosso modelo ocidental tem muitas questões que expressa o ciúmes. Outro exemplo pra você, Por que eu quando amo alguém tenho ciúmes e quero aquela pessoa só pra mim? E se ela não me quiser, ou se eu amo e descubro uma traição? Como reagir a isso? Os crimes passionais ocorrem por conta do ciúme patológico ou possessividdade. Quantas mortes ocorrem de forma bárbara? Inúmeras. Às vezes um ex-marido ou namorado mata o atual da mulher com quem viveu por ciúmes? Traições também resultam em casos assim. Por conta de situações aonde um dos parceiros perdem o controle, ou com o sentimento de perda porque sabe que a pessoa que ele ama estar com outro, pior, feliz o que ele não conseguiu proporcionar aquela mulher, num ímpeto, essa pessoa se exalta e comete uma atrocidade. Muitos casos, infelizmente estão presentes entre nós porque acontecem dessa maneira, digo da falta de controle sobre si quando entende que não existe mais o seu objeto de desejo, ou seja, nem o objeto, nem a posse sobre ele.

O ciúme patológico torna os casais reféns porque ele acaba sendo permissivo. É comum em nome do amor se abri mão de muitas coisas para viver aquilo que é ou ” idealizamos” como amor. Há casais que acham cenas de ciúmes algo bonito, entende inclusive, como demonstração de amor. Ledo engano! Tem mulher que não percebe o perigo mesmo. Ele só se torna um problema, a medida que vem os maus tratos, a violência e até a morte.

A reflexão que deixo no final desse texto é: O ciúme me torna dono de alguém quando estou amando? E se eu não tiver mais o amor dessa pessoa, eu posso matá-la por não querer vê-la com outro? Ou com outra? O amor é uma condição ou um sentimento espontâneo? Eu sou obrigado ( a) a ceifar a vida de alguém porque essa pessoa não me ama? Eu deixo de viver, de sonhar, inclusive desejar viver outro amor se esse alguém me faltar? Será que eu me amo? A minha vida não depende de ninguém ou do que ela faça para que eu me sinta um ser humano completo e feliz? Se pergunte. Se a maioria de suas respostas forem negativas, você saberá que a sua felicidade, inclusive o amor, dependem única e exclusivamente de você.

Pense nisso!..

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Fontes:

https://jus.com.br

https://g1.globo.com

Imagem & criação: Marii Freire Pereira

Santarém, Pa 3 de novembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

5 comentários em “Ciúmes

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: