Vinicius de Moraes A

Amo-te tanto, meu amor…não cante

O humano coração com mais verdade…

Amo-te como amigo e como amante

Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante

E te amo além, presente na saudade.

Amo- te, enfim, com grande liberdade

Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,

De um amor sem mistério e sem virtude

Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito amiúde,

É que um dia em teu corpo de repente

Hei de morrer de amor mais do que pude.

Vinicius de Moraes. Soneto do amor total

https://www.culturagenial.com

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem:pinterest/ Vagalume.

Santarém, Pa 19 de outubro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

5 comentários em “Vinicius de Moraes A

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: