Manuel Bandeira

Vi ontem um bicho

Na imundície do pátio

Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,

Não examinava nem cheirava:

Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,

Não era um gato,

Não era um rato,

O bicho, meu Deus, era um homem.

Manuel Bandeira. O Bicho.

https://www.culturagenial.com

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Toda Matéria

Santarém, Pá 30 de setembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Manuel Bandeira

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: