Processos

Quando a alma se apequena

A vida, os sonhos, os pensamentos

Ficam restritos dentro de nós.

Parece que o silêncio vira noite

A esperança perde a cor.

A vida deixa de ser um espetáculo grandioso.

E tudo torna-se irritadiço

Desigual.

A vida e os seus processos inflamatórios, criam

espaço

para a dor.

Feridas não cicatrizam

machucados vão para além da alma

Os fazendo pobres de espírito

seres humanos decadentes

cujo as tribulações

Reveste-os de ressentimentos

Amarguras profundas.

Coisas, situações, acontecimentos

Os reduz a pó.

Hábito repetitivos

Fervem muito de seus processos inflamatórios

agressivos!

A vida é o que é

respeitemos as feridas e os machucados

Pois tudo o que inflama

Passa por um processo de reparo.

A pele seca recupera-se de sua miséria.

Olhos molhados

Deixa de necessitar de lenços

Não se nasce uma única vez na vida

Mas se reconstrói

A partir do que

Quieto está em nós.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: istockphoto.com

Santarém, Pá 18 de setembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

3 comentários em “Processos

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: