O falso amigo

Você já observou que é rodeado de pessoas? Claro, todos nós somos. Mas, deixa te perguntar uma coisa: você acha que a maioria dessas pessoas são suas amigas? Não são. Infelizmente, muitos não querem o teu bem; alguns não querem o teu sucesso.

Cuidado com pessoas que você chama de amigo; muitos podem andar, comer, beber, se divertir com você. Todavia, essas pessoas não nutrem por você uma amizade verdadeira.

Às vezes, aqueles que andam ao seu lado, estão ali só para desfrutar de uma ocasião, onde podem tirar algum proveito. Ou quem sabe, nessa tentativa de andar com você, elas te mostram caminhos que levam ao insucesso. Sim, existe gente pra tudo nessa vida. Claro – tem quem faça o bem também, esses são amigos de verdade. Já outros, fazem de tudo para que você “caia e nunca mais levante”. Sim, tem gente age às escondidas, dão risadas, criam falatórios, difama com uma naturalidade como a mesma que respiram. Tem pessoas que tentam travar a sua vida de qualquer maneira, são barulhentos (…), e quando se cansam fazem silêncio. E o que você faz? Continua andando. Enquanto isso, eles esperam novamente por um tropeço seu. No seu caminhar, você ainda vai encontrar muita gente assim, e terá que aprender a lidar com a curiosidade e vozes de quem se faz de amigo.

Há uma frase do Leandro Karnal, dessa que você encontra facilmente na Internet que diz mais ou menos assim: ” Fale do quanto você é feliz, fale do seu sucesso, diga o quanto o seu caminho é primoroso…” que você verá os seus amigos. Se sobrar um ali, no meio de dez pessoas, fique feliz! Você tem um amigo. É impressionante, como as pessoas fingem uma situação, como elas não dão a mínima pelo o seu esforço. As pessoas não fazem ideia do quanto você trabalha, do quanto você se doa para ter uma sequência de bons resultados. Se você por exemplo, consegui crescer em algum ramo da sua vida, isso causa estranheza, desconfiança e outros tipos de reação. Mas, independente do que pensem ou digam a seu respeito, faça sempre o melhor. Trabalhe duro e, agradeça as pequenas vitórias. Elas são na verdade, as flores que você colhe daquilo que planta ao longo de uma vida. Entenda que há duas maneiras de encarar essa situação. A primeira é: acreditar no que os outros dizem sobre você, alimentando toda negatividade ao seu redor, ou seja, o resultado dessas coisas, como elas te ferem, e tudo mais. E a outra é: ser capaz! Isso mesmo, supere o vitimismo, as suas dúvidas, seus medos e siga em frente.

Se você souber lidar com essas duas coisas de forma distinta, você consegue administrar qualquer situação. Agora, se der ouvidos a futilidade, você será igual àqueles que te criticam. A vida se torna aquilo que você faz dela. Entenda que o mérito pelos bons resultados é seu.

” Nem todos aqueles que estão te observando são seus amigos. A maioria te observa tentando entender como você se mantém de pé; mesmo depois de tudo aquilo que elas fizeram para te derrubar “

Enquanto você souber identificar o interesse dos outros – e os seus, certamente, fará o melhor por você. Há quem deixe de cuidar de si mesmo, para estender a mão para ajudar quem nunca faria o mesmo por você.

Pense nisso!..

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem ( autoral)

Santarém, Pá 3 de setembro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “O falso amigo

    1. Sim, eu também aprecio o trabalho do Leandro, do Cortella, são incríveis!
      Ao escrever esse texto, recordei desse fragmento dele e, considerei que nada é tão perturbador do que por à baila exatamente isso que o Karnal cita.

      Curtir

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: