Paulo Freire

” Solidarizar-se não é ter consciência de que explora e ” racionalizar ” sua culpa paternalistamente. A solidariedade, exigindo de quem se solidariza que ” assuma” a situação de com quem se solidarizou, é uma atitude radical.

Se o que caracteriza os oprimidos, como, ” consciência servil” em relação à consciência do senhor, é fazer-se quase ” coisa” e transformar-se, como salienta Hegel, em ” consciência para outr”, a solidariedade verdadeira com eles está em com eles lutar para transformação da realidade objetiva que os faz ser este ” ser para outro “.

Paulo Freire. Pedagogia do Oprimido. 71 ed. Rio de Janeiro/ São Paulo. Paz e Terra, 2019

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. Centro de Referências em Educação integral.

Santarém, Pá 6 de Agosto de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Paulo Freire

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: