Pablo Neruda

” Está é Matilde,

desde Chillán

chama-se assim,

e chova

ou troveje ou saia

o dia com o seu pelo azul

ou a noite delgada,

ela,

sempre, sempre

pronta para minha pele,

para meu espaço

abrindo todas as janelas do mar…”

Pablo Neruda [ QUANDO EU DECIDI…]. Tradução de Luiz de Miranda. Porto Alegre, RS: L&PM, 2018

Marii Freire Pereira

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem ( Arquivo Pessoal)

Santarém, Pá 24 de Julho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

5 comentários em “Pablo Neruda

    1. Ah, sem dúvida. O Pablo é fantástico. E eu penso, falo assim ” falar de amor, tem que ter o Pablo no meio. Não que eu não possa citar outros escritores, mas ao menos na minha visão, ele é o melhor, falo isso a respeito do tema.

      Curtido por 1 pessoa

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: